Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Mamã e a Xiquita

O blog que olha para a maternidade sem grandes filtros.

A Mamã e a Xiquita

O blog que olha para a maternidade sem grandes filtros.

05
Jun17

Bebés e tecnologias!

A Mamã

20170604_194255.jpg

Quando a Francisca nasceu, sempre disse que não a queria agarrada aos telemóveis ou tablets...

Mas agora não é bem assim.
 
A avó no Natal passado ofereceu-lhe o Happy Tab da Chicco. Na altura não ligou muito, também só tinha 14 meses, mas agora... agora ADORA! 
E eu mais uma vez mordo a lingua!
 
Mas sinceramente até não acho mau de todo. Se virmos bem, o futuro é a tecnologia, eles já nascem a ver-nos com os telemóveis na mão o dia todo. O que se faz hoje sem internet? 
Se na minha altura as brincadeiras eram na rua com os amiguinhos, provavelmente é porque não havia o que há hoje .
Para não falar que hoje em dia é muito perigoso as crianças brincarem sozinhas na rua, como eu e vocês brincávamos.
 
Nos dias que correm a tecnologia está na nossa vida em tudo! Precisamos de um restaurante: google! A farmácia de serviço: google! Temos dúvidas em relação ao que os nossos filhos têm quando estão doentes: google!
Para tudo usamos a internet e a tecnologia!
E o futuro é mesmo isso! Porque haveria eu de privar a minha filha de aceder aquilo que vai ser o futuro dela?
 
Mas calma! Tudo com peso conta e medida! 
A Francisca não passa o dia agarrada ao tablet. Todos os dias a deixo brincar um pouco, ou mesmo assistir ao panda e os caricas no YouTube.
Nada em demasia!
Além de que, às refeições não há tablet para ninguém.
Eu e o pai não pegamos no telemóvel enquanto almoçamos ou jantamos.
Tem de começar por nós, o dar o exemplo!
 
E muito menos lhe damos o tablet, com o intuito de descansarmos um pouco.
Se bem que ás vezes dava jeito.
 
Se mordi a língua? Mordi Sim!
Mas tenho a consciência que ela não abusa da tecnologia e que sabe, e se diverte a brincar com os brinquedos ou mesmo sozinha.
E que quando temos de aguardar por exemplo para alguma consulta ou seja para o que for , não lhe dou o telemóvel.
Ela tem de aprender a esperar sem fazer simplesmente nada. Tem de aprender a lidar com o sentimento frustração, de não ter nada para fazer.
 
Se estou certa ou errada, não faço ideia.
Digam-me vocês!
Mas por aqui tem funcionado bem assim!
 
E os vossos pequenos como lidam com as tecnologias?
 

 

2 comentários

Comentar post