Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Mamã e a Xiquita

O blog que olha para a maternidade sem grandes filtros.

A Mamã e a Xiquita

O blog que olha para a maternidade sem grandes filtros.

11
Jul16

Estatísticas da Mamã e a Xiquita

A Mamã

O blog A Mamã e a Xiquita, está de parabéns e graças a vocês todas. 

Com pouco mais de um mês de existência, contamos já com:

162605 VISUALIZAÇÕES 

E

 76189 VISITAS

Obrigada a todas!!!

Têm sido fantásticas, a interagir com o blog, nas mensagens de apoio e de parabéns que me mandam!

Enfim, estou de coração cheio!!!!

Nem sei que dizer mais...

OBRIGADA!

Um beijinho grande meu e da Xiquita! ❤

11
Jul16

Carta a um pai de primeira viagem

A Mamã

20160626_165503.jpg

 Olá futuro papá!

 

Tenho a certeza que não deve ser fácil digerir a notícia que a tua mulher está grávida. 

Eu sei que estás a sentir um misto de emoções.

Não sabes se festejas ou se procuras um emprego onde ganhes mais para fazeres frente aos gastos que estão a caminho. 

Ninguém te vai contar o que se vai passar nos próximos meses, por isso conto-te eu.

 

A tua mulher vai ficar estranha, vai vomitar ou não... provavelmente vai engordar. Mas jamais lhe digas alguma coisa sobre isso. Falar de excesso de peso é proibido nos próximos meses. 

Deixe-a comer o que ela quiser. Apesar de parecer que não está a fazer nada, ela tem o seu corpo sempre a trabalhar. Está a formar o vosso bebé, o vosso filho. 

E isso, meu caro, é muito importante.

 

Talvez ela comece a andar mais sensível, talvez qualquer coisa vire uma crise. O temperamento dela tanto pode ser doce, sensível ou virar um leão raivoso.

Mas não te preocupes, a culpa não é tua. É das hormonas, que "andam aos saltos".

 

A barriga dela vai começar a aparecer, e aí é que te vais dar realmente conta que vais ser pai. Aí sim, vais começas a pensar na grande responsabilidade que aí vem. E sim, sentires medo é normal.

 

Ela vai começar a pensar em tudo. O tipo de parto que quer, como vai ser a decoração do quarto, do que o bebé vai precisar...

Até pode querer tomar decisões sozinha. Então tens de apoiá-la. Se ela quiser a tua opinião, opina.

 

Ela só quer sentir-se segura. Porque acredita no que te digo, gerar um bebé não é fácil, dá um sono horrível, uma azia danada e deixa-nos muito instáveis emocionalmente.

 

Aaahhhhhh! Não esqueças, tenta afastar parentes e amigos chatos. A tua mulher de momento não precisa de palpites.

Fica sempre do lado dela.

 

Quando o final da gravidez estiver a chegar, é normal que ela fique com medo e ansiedade do que está a para vir.

Dá-lhe carinho, abraça-a, e mostra-lhe o quanto a amas.

 

E quando o bebé nascer, evita levar toda a gente para a maternidade a ver o bebé.

O filho também é teu, é verdade, mas é ela que vai passar a noite acordada, que tem de amamentar, e viver todo o pós parto. Por isso tenta que esteja tranquila.

 

Quando levarem o bebé para casa, não chegues do trabalho e continues com a tua rotina, porque a da tua mulher mudou drasticamente. Ajuda-a. Nos primeiros tempos, cozinha tu, limpa tu a casa. Fica um pouco com o bebé para ela poder, comer, descansar, tomar um banho. Cuida dela, para que ela possa cuidar do vosso filho.

Faz tudo o que estiver ao teu alcance.

 

As coisas com o tempo vão melhorando.

Se ela precisar de voltar ao trabalho, ajuda-a com os horários de levar e ir buscar ao berçário.

Se ela ficar em casa com o vosso filho, entende isso como um investimento no futuro e apoia.

 

Ela pode ainda não estar estabilizada a nível emocional, por isso se ela tiver alguma crise, não ligues... Ela só está cansada. Deixa-a dormir um pouco e vais ver como passa.

Aliás é o melhor presente para quem acabou de ter um bebé.

 

Agora chega a parte boa.

O bebê vai sorrir para ti. 

Nesse dia vais esquecer tudo o que houve de menos bom, até à falta de sexo. 

Vais trocar qualquer coisa por aquele sorriso.

 

E depois?

Depois chega o momento alto! A palavra papá!

E aí meu querido, nunca mais serás o mesmo.

O teu coração vai ficar que nem manteiga no verão. Qualquer coisa que essa criança fizer, vai ser o melhor do mundo para ti.

 

Agora um conselho, tenta ser alguém melhor para poderes inspirar o teu filho. Porque um dia ele vai crescer, e já não vai estar debaixo da tua asa. Então é bom que ele se lembre da inspiração que foste.

 

Ser pai não é fácil, eu sei!

Normalmente os créditos ficam todos para a mãe. 

Mas nunca questiones o teu filho sobre quem gosta mais. É como perguntares a uma mae qual o seu filho preferido.

O amor é totalmente diferente, as afinidades também.

 

Ser pai não deve ser fácil...

Passar por isto tudo é como andar numa montanha russa.

Mas acredita, foi a melhor decisão que tomaste na vida. E é com certeza a coisa mais recompensadora que alguma vez farás. 

 

Um beijinho de uma mamã ❤